Chegando em seu episodio 6, Kado já trabalhou geopolítica, questões sociológicas e ficção cientifica com um teor de fantasia. Agora, encontra-se em um episodio mais tranquilo sem muita informação e complexidade que havia sendo visto.

Esse episodio serviu mais para além de criar um desfecho ao twist do episodio anterior, mas também, trabalhar o personagem principal e indiretamente o ser anisotrópico em alguns diálogos. Juntamente com o já falado, desenvolvendo uma questão geográfica sobre o Kado.

Contudo, a questão geográfica a qual trabalharam ficou mal resolvida. Não há um explicação concisa sobre o do porquê de tirarem o Kado do local. Caso pensarmos bem, qual é o sentido de tirar o Kado de um local afastado para coloca-lo no basicamente mais ao centro da cidade?

O Kado ainda irá virar uma Waifu, como um dos anjos de Evangelion (que era um bloco triangulado) virou.

Talvez tudo isso seja explicado no episodio seguinte. Porém, ainda é um ponto para ressaltar caso não tenha uma resposta.

Mesmo com tanto elogios a Kado nos meus dois post sobre, ressaltando sua forma aprofundar todas as possibilidades, ainda varias coisas que podiam ser exploradas que ficam em aberto em Kado. Como o fator religião e o fato de focarem demais no Japão em especifico. Não temos uma visão mais nítida de alguém de fora vivendo tudo isso.

Sobre a religião, seria interessante mostrar um debate sobre isso, principalmente os seguidores do budismo, já que está inserido na cultura japonesa. Entretanto, até entendo não tocarem no assunto, já que poderia gerar alguma polemica.

Enfim, não posso dizer que esse foi um ótimo episodio de Kado, mas pelo menos abriu novas portas para um futuro ainda mais instigante, com um gancho e revelação no fim do capitulo.

Nota do Episodio: 3.25/5*

*Critério de notas -> Aqui

Autor: @Gabrielxqnasc

comentarios

Curta nossa página no Facebook : Nome Temporário

Siga nosso Twitter : @NomeTemporario2

Anúncios