Eren Jaeger sempre foi um personagem que era colocado como um dependente de seus amigos e um fardo a ser carregado pelos outros, tanto antes da queda da muralha, quanto depois de se tornar um Titã que só age sob ordens de superiores e é até agora tratado como uma possível arma que pouco se sabe sobre sua real utilidade.

Contudo esse personagem, que nada de muito interessante tem, recebeu a tarefa de protagonizar tamanha estória em conjunto com os mais diversos e habilidosos combatentes.

Eren no meio desses passa despercebido, e é até mesmo alvo de críticas e dúvidas sobre a sua real utilidade.

Tratar ele e gerar expectativas como fosse um protagonista habitual de shounen se mostra um erro desde o início. Eren não é um soldado habilidoso e nem se mostra promissor, não tem capacidade de ajudar em estratégias e ainda por cima contém uma personalidade que apenas gera problema a seus amigos.

O que esperar de Eren então?

Pouco se sabe sobre seus poderes, e em episódios como esse, fica evidente que ele não tem capacidade​ de agir sozinho, sendo no máximo esforçado e irritadiço com qualquer coisa que lhe confronta. Esse é um protagonista comum, que como Naruto por exemplo, leva muito na base dos sentimentos.

Porém na hora do “vamos ver” Naruto era dotado de uma grande criatividade e até mesmo inteligência em suas ações. Eren é no mínimo burro, um inútil.

Mas devemos apenas pensar dessa forma? Bom, há de se esperar, em um futuro não muito distante, a descoberta de mais poderes e mais revelações. Já que SNK não necessita e nunca necessitou de alguém para levar a trama nas costas (ao contrário do Eren) e ser o centro de todas as atenções. Esse no caso é um ponto a ser destacado em Shingeki, pois não é algo tão típico em shounens.

Agora, focando no último episódio, vemos que o mesmo serviu como algo de transição, já que pela primeira vez na temporada o anime foca muito mais em diálogo e desenvolvimento da situação por meio de explicações, e não por meio da ação.

Mesmo assim, fica claro o fato de que todo real desenvolvimento ocorre apenas quando a ação volta a ditar a estória, e que SNK depende muito dela para não ficar parado como esse episódio.

Contudo o mesmo  não foi entediante como se imaginária. Tivemos muitas coisas novas sendo colocadas em aberto e muitas dúvidas​ surgindo. Porém é de se esperar que nada muito revelador irá acontecer tão cedo, já que a probabilidade da missão de resgate do protagonista ser um sucesso é de certa forma alta.

Assim ficaremos com dúvidas aparentemente nunca saciadas, e esperando a cada episódio algo novo.

Nota do episódio: 3.25/5*

*Critério de notas -> Aqui

PS: Esse episódio, ao contrário dos outros, não teve um final impactante. Senti falta de algo assim em um episódio mais morno como esse.

Ps2: Foi interessante ver que até mesmo aqueles que estão capturando o Eren tem histórias e sentimentos, ao contrário de muitos animes clichês.

Extras:

Ela vai ser a peça chave dos próximos capítulos?

 

Autor: @Arthurcs10

comentarios

Curta nossa página no Facebook : Nome Temporário

Siga nosso Twitter : @NomeTemporario2

Anúncios